PASSO A PASSO DE UMA PRODUÇÃO

Este artigo, escrito por Pratik Gulati para o site Tuts+, faz um panorama das muitas etapas que envolvem a criação de um filme em animação desde a sua concepção, seja ele um sucesso de Hollywood ou uma curta animação.

Se você tem interesse no assunto, ou apenas curiosidade, vai achar o texto interessante.

O fluxo de trabalho de um filme de animação típico pode ser divido em 3 estágios: pré-produção, produção e pós-produção. O trabalho da Imagina, tirando o fato de que não temos 3 mil pessoas trabalhando em cada projeto em diferentes departamentos, de forma geral segue os mesmos passos, com a diferença que os mesmos artistas fazem diversas funções. Uma de cada vez.

Pré-Produção

A primeira etapa no processo de animação é também uma das mais importantes. A pré-produção. Ela começa quando o conceito principal transforma-se em uma história completa e então, a história é finalizada com outras coisas, como o roteiro, a sequência de cenas, os ângulos de câmera são trabalhados.

Alguns dos maiores componentes de pré-produção são o Storyboard, os Layouts, o Model Sheet e os Animatics.

"...eles também fornecem uma lembrança visual do plano original, algo que sempre poderá servir de guia durante toda a produção."

Os storyboards são especialmente úteis quando trabalhamos em equipe (algo muito comum em animação).


Uma vez que os storyboards estão aprovados, eles são enviados para os Artistas de Layout, que trabalhando em conjunto com o Diretor do filme irão desenhar os cenários, objetos e demais itens do filme. Depois começa-se a desenhar as cenas, colocando os layouts em ação para cada tomada do filme.

Os Model Sheets são desenhos precisos, agrupados, com todas as possíveis expressões que os personagens podem fazer, e todas as posições que eles podem assumir. Estes desenhos em forma de Model Sheet são criados para que o personagem tenha detalhes e mantenha a sua personalidade durante todo o processo, passando por diferentes animadores e por diversas cenas.

Durante este estágio os desenhos são finalizados e “blueprints” são então enviados para os Modeladores 3D que serão os responsáveis por criar os modelos finais.


Animatics

Para ter uma idéia melhor dos movimentos das animações complexas e cenas de efeitos, o departamento de pré-visualização e  efeitos desenvolve animações simplificadas chamadas de Animatics, logo depois do processo de desenho dos Storyboards.

Isto ajuda o Diretor a planejar como ele irá dirigir estas cenas e também como os efeitos visuais serão integrados nas cenas finais.

Produção

Depois que os Storyboards estão aprovados o projeto entra na fase de produção. É quando o trabalho dos materiais que serão usados no filme começa, baseado nas guias que foram estabelecidas na pré-produção. Algumas das maiores fases são o layout, modelagem, texturização, iluminação, rigging e animação.

[artistas de layout] produzem as versões 3D do que os artistas de Storyboard tinham desenhado no papel.

Layout

Usando modelos em baixa resolução ou blocos de geometria no lugar dos cenários finais e personagens, os Artistas de Layout são responsáveis pela composição das cenas e entregam uma animação de rascunho que servirá de base para os animadores se guiarem. Eles produzem uma versão em 3D daquilo que os artistas de storyboard desenharam no papel.

Durante este estágio o Diretor aprova os movimentos de camera, a profundidade de campo e a composição dos modelos, cenários. Será então responsabilidade do departamento de modelagem entregar as versões finais para os estágios finais.

Modelagem

Normalmente os Modeladores são divididos em dois ou mais departamentos. Geralmente Modeladores orgânicos tem a escultura como background, e são especializados na modelagem de personagens e outras formas mais livres. Já os Modeladores de objetos tem a tendência de vir do desenho industrial ou arquitetura, uma vez que eles modelam veículos, armas e prédios e coisas do gênero.

Trabalhando  bem de perto com os Diretores de Arte, Supervisores de Efeitos Visuais e Supervisores de Animação, os modeladores transformam os desenhos de conceito 2D e maquetes esculpidas em modelos 3D de alta definição.

Então eles assistem os Animadores Técnicos e Envelopadores que irão dotar os modelos de um esqueleto e desenvolver a pele, no caso de personagens. Em seguida eles voltam aos Modeladores que irão esculpir as expressões faciais e todos os músculos digitais que serão requeridos.


Uma vez que os modelos são aprovados, eles serão disponibilizados para os departamentos de rigging e texturização, que irão completar os estágios de preparação final dos modelos para animação e render. Com sorte o modelo irá andar pelo fluxo de produção sem voltar para consertos, mas algum nível de refação é inevitável - problemas com os modelos as vezes só aparecem no render, quando então o Iluminador mandará o modelo de volta para ser consertado.


Texturização

Seja criando uma textura do zero ou editando uma imagem existente, os Artistas de Textura são responsáveis por desenvolver materiais (shaders) e texturas de acordo com as necessidades de cada cena.


Trabalhando lado-a-lado com os departamentos de materiais, as texturas são pintadas de acordo com as artes de conceito aprovadas e desenhos que foram enviados pelo departamento de arte. Estas texturas são criadas na forma de mapas que serão atribuídos a cada modelo.


"...os Iluminadores combinam as últimas versões de animação, efeitos, movimentos de camera, materiais e texturas, e fazem uma última versão dos renders a cada dia."

Iluminação

Os Iluminadores não pensam apenas na iluminação de cada cena, eles também tem que considerar como todas as cenas atuam em conjunto. Na maioria das empresas de animação o Iluminador junta as últimas versões de todos os departamentos, fazendo updates de renders a cada dia.

Os Iluminadores tem uma larga faixa de responsabilidades, que inclui colocar as luzes, definir as propriedades destas luzes, definir como estas luzes interagem com os materiais, a qualidade e o realismo das texturas envolvidas, como que a posição e o estilo das luzes influi no tipo e realismo da história, bem como teoria das cores e harmonia.

Eles são chamados para estabelecer o comportamento das luzes diretas e indiretas, assegurando que cada cena seja perfeitamente iluminada e ainda dê continuidade a sequencia do filme, tudo isto para atender a visão dos Diretores e Supervisores.

Rigging é o processo de adicionar estruturas (ossos) aos personagens, ou definir o movimento mecânico de um objeto, uma atividade central ao processo de animação.

O Animador de Personagens irá fazer animações de teste mostrando com a criatura ou personagem irá aparecer quando em diferentes posições, e baseado nos resultados fazer ajustes e correções.


O departamento de rigging está também envolvido em desenvolver a simulação de tecidos, fazendo com que o personagem ou criatura seja capaz de se mover de maneira realista.


"...planejar a animação de um personagem 3D frame a frame usa os mesmos básicos princípios desenvolvidos para a animação 2D."

Animação

Nas empresas de animação modernas, a prática de meticulosos planejamentos da animação dos personagens frame a frame é aplicada ao 3D usando os mesmos princípios básicos e julgamentos estéticos que foram primeiramente desenvolvidos para o desenho animado 2D e Stop Motion.

Se a captura de movimentos é usada para digitalizar o movimento de atores reais, então um grande pedaço do tempo do animador será gasto na limpeza dos dados capturados e completando partes da animação (como movimentos dos olhos e mãos), que talvez não tenham sido capturados durante o processo de digitalização.

O time de efeitos também produz elementos como fumaça, poeira, água e explosões, mas o desenvolvimento destes aspectos não irá começar até que a animação final tenha sido aprovada, pois eles precisam do render final que é sempre demorado para calcular nos computadores.

iPós-Produção

A Pós-produção é o terceiro e final passo na criação de um filme, referindo-se aos passos que precisam ser completados ou executados após o término das filmagens ou animações. Isto inclui a edição das cenas, a inserção de efeitos e transição, a locução, dublagem, apenas para listar algumas das tarefas. De maneira geral entretanto, as três principais fases das pós-produção são a composição, edição de som e edição de vídeo.

Composição

O departamento de composição junta todos os elementos em 3D que foram produzidos pelos outros departamentos no fluxo de trabalho, para criar um render final que estará pronto para exibição. Os compositores usam as imagens calculadas pelos Iluminadores e algumas vezes também começam a compor usando scripts que mantém o trabalho arrumado e em ordem (as versões de trabalho de cada cena).


Geralmente as tarefas da composição incluem fazer o render dos diferentes passes da imagem fornecidos pelo departamento de iluminação, pintar consertos e rotoscopia (muitas vezes existe um departamento de rotoscopia também), bem como compor os efeitos e fazer as correções de cor.


Edição de Som

Este departamento é responsável por selecionar e montar as gravações de som, fazendo a mixagem final e garantindo que o sincronismo seja perfeito, adicionando todos os efeitos de som que o filme irá requerer.

Edição de Vídeo

A edição de vídeo é o processo de manipulação e edição das cenas, para criar um filme sem emendas visíveis, um produto final. É neste estágio que uma cena poderá ser cortada ou removida. A edição é uma etapa crucial para fazer com que o filme seja fluente da maneira como foi pensado e que atinja os seus objetivos. Outras tarefas inclui créditos e legendas.

Conclusão

O fluxo de produção mais ou menos detlhado como acima é o mais comum na maioria dos estúdios, entretando cada estúdio normalmente tem seus próprios métodos, feitos sob medida para cada projeto de produção. Uma produção em 2D não é igual e tem passos diferentes das produções em 3D. A produção de animação é um processo muito coordenado, que utiliza diferentes times de artistas trabalhando juntos, otimizando recursos para atingir o melhor resultado dentro do tempo disponível.